A grande tribulação de origem comunista que antecede o Aviso

A grande tribulação de origem comunista que antecede o Aviso

Falar do comunismo hoje parece quase ultrapassado. O comunismo já não será assunto do passado? Conforme o que a Santíssima Virgem disse às videntes de Garabandal, a resposta é "não". O comunismo virá novamente e irá causar grande dor e sofrimento.

 

" Quando o comunismo regressar, então tudo acontecerá."  - Citação de Conchita no livro alemão de Albrecht Weber

" O que tu queres dizer com vier de novo ?

" Sim, quando ele vier de novo."

" Queres dizer que antes disso o comunismo desaparecerá primeiro antes disso acontecer ?" - nota:é preciso ter em conta que na altura em que o livro foi publicado, o comunismo ainda estava bem vivo em muitos países da europa.

"Eu não sei, Nossa Senhora disse simplesmente " quando o comunismo voltar de novo ."

 

INTRODUÇÃO

 

Nas duas noites que precederam a festa de Corpus Christi, em 1962, as jovens videntes de Garabandal tiveram várias visões; mas as visões destas noites foram diferentes das outras que elas tinham habitualmente. Elas ouviram gritos de terror, enquanto os eventos futuros se cumpriam diante dos seus olhos. Os gritos das meninas eram tão terríveis que chocaram a multidão ali presente, causando intenso medo. Uma testemunha, Manolin Diez, disse que estes gritos não eram normais, especialmente em meninas de 12 ou 13 anos de idade.

A segunda noite foi a pior, quando as videntes viram imagens do Castigo que Deus irá enviar, se o mundo não mudar depois do Aviso e do Milagre.

Este documento apenas vai especificar sobre aquilo que as meninas viram na primeira dessas duas noites, que foram chamadas de "As Noites dos Gritos". Na primeira noite, elas viram o tempo que virá antes do Aviso, um tempo de grande sofrimento para a Igreja e para o mundo. Conchita não estava presente com as outras três nesta primeira noite. Mas ela entrou em êxtase em sua casa e caiu de joelhos com tal força, que começou a sangrar. Ela viu as mesmas coisas que as outras, e algumas das revelações parecem ter sido dadas a ela também. Depois, em outras visões, ela iria aprender mais sobre este assunto em particular.

 

A PERSEGUIÇÃO

Os seus rostos no momento das visões atestam o trauma sentido por Jacinta, Mari Loli e Mari Cruz, durante a primeira noite dos gritos.Mari Loli parece ter sido a primeira a falar sobre isso em 1967, quando prestou informações a um sacerdote mexicano, Padre Gustavo Morelos. Três anos depois, a mesma informação, de posse de Maria Saraco, foi escrita e confirmada por Mari Loli com a sua própria assinatura. A informação que foi transmitida foi a seguinte:

 

"Apesar de continuar a ver a Virgem (durante a primeira noite dos gritos), nós vimos uma grande multidão de pessoas que estavam a sofrer intensamente e gritavam de terror. A Mãe Santíssima explicou-nos que esta grande tribulação, que não era o Castigo, viria porque teria chegado um tempo em que Igreja parecia estar a ponto de morrer. Ela ( a Igreja) iria passar por um terrível sofrimento. Nós perguntamos à Virgem o que é este grande sofrimento e ela disse-nos que era o "comunismo".

 

Esta primeira revelação sobre o comunismo seria explicada mais tarde pelas videntes. Com a queda do Muro de Berlim em 1989 e com a liberdade dos países do Bloco do Leste que se deu nos anos seguintes, ficamos com a ideia que o comunismo acabou. E isso é o que os meios de comunicação fazem passar. No entanto, nem todos estão convencidos.  Há poucos anos, no Canadá, falei com um sacerdote  de um país do Leste Europeu que viveu sob o governo comunista. Ele disse-me que os americanos são muito ingénuos em pensar que o comunismo está morto; na sua indústria de hoje, as mesmas pessoas que estavam no poder durante o regime comunista estão ainda nos tempos de hoje. Uma outra pessoa de um país diferente do Leste Europeu, expressou os mesmos sentimentos. O comunismo hoje em dia está infiltrado em forma de revolução cultural, inclusivé na Igreja, através da teoria da libertação que pretende retirar a Divindade de Cristo, através do relativismo.

 

Conforme Garabandal, o comunismo  será novamente uma força que vai ser utilizada com uma tentativa final de domínio mundial. Em 29 de setembro de 1978, Padre Francis Benac, S.J., entrevistou Mari Loli na sua casa em Massachusetts. Aqui estão algumas das perguntas e respostas dessa entrevista.


Padre BENAC: A Virgem falou do comunismo?

MARI LOLI: Nossa Senhora falou muitas vezes sobre o comunismo. Eu não me lembro quantas vezes, mas ela disse que seria um tempo em que pareceria que o comunismo envolveria o mundo inteiro. Eu penso que foi quando ela nos disse que os sacerdotes teriam dificuldade de celebrar missas e falar sobre Deus e sobre as coisas divinas.

Padre BENAC: Nossa Senhora falou de pessoas que seriam levadas à morte?

LOLI: O que Nossa Senhora disse foi que os sacerdotes teriam de se esconder, mas eu não vi se eles seriam mortos ou não. Ela não disse exactamente se seriam mortos, mas eu estou certa de que eles seriam martirizados.

Padre BENAC: A sua mãe disse-me que uma noite estavas no andar de cima, com o teu pai, e que tu chorastes durante uma hora. Depois, o teu pai disse algo a esse respeito: "Eu vi algo de muito tocante. A Loli estava a chorar, enquanto dizia: "Ó, as pessoas irão sofrer assim? As pessoas devem sofrer desta forma? Ó,  como me faz sofrer!" . Lembras-te do que disse neste momento?

LOLI:  Era relacionado com o comunismo e o que estava para acontecer na Igreja e às pessoas, porque todas estas coisas eram a repercussão entre as pessoas. Quando a Igreja sofrer a confusão, as pessoas vão sofrer também. Alguns padres que são comunistas irão criar de tal maneira uma confusão, que as pessoas não saberão o que é certo e o que é errado.

 

Este último depoimento de Mari Loli deveria-nos causar admiração.  Parece que pouca consideração tem sido dada à possibilidade de que uma força do mal tenha deliberadamente se infiltrado na Igreja com a intenção de destruí-la. Outro dia, eu estava a falar com Harry Daley, autor do "Milagre em Garabandal". Harry foi um bom amigo do Padre Walter Ciszek, S.J., que passou 15 anos nas prisões soviéticas e nos campos de trabalho na Sibéria, e viveu para dizer tudo isso no seu livro "Com Deus na Rússia". Harry visitou o Padre Ciszek (que acredita em Garabandal) e numa das suas visitas, o Padre explicou-lhe como os comunistas tentaram recrutá-lo, prometendo-lhe todos os tipos de benefícios, se ele trabalhasse como agente deles na Igreja.

  

QUAL SERÁ A EXTENSÃO DESTA TRIBULAÇÃO?

Que áreas geográficas irão viver esta perseguição comunista? Algumas referências foram feitas especificamente a Espanha. Em 23 de fevereiro de 1943, a irmã Lúcia, de Fátima, que passou 21 anos em Espanha, em Tuy e Pontevedra, enviou um documento ao bispo Antonio Garcia de Tuy-Vigo, onde se lê: "Se os bispos de Espanha ouvirem os desejos já manifestos por Nosso Senhor, e começarem uma verdadeira reforma das pessoas e do clero, então tudo irá bem. Se não, ela (Rússia) irá novamente ser o inimigo pelo qual Deus irá punir novamente".

E Conchita disse que o comunismo irá retornar a Espanha, mas ela disse que irá sofrer menos que outras áreas da Europa, por causa da perseguição que ela já suportou durante a Guerra Civil Espanhola (1936-39), onde 13 bispos e mais de 7.000 padres e religiosos foram enviados à morte.

 

Conchita: "Nós perguntamos à Virgem o que era este sofrimento e ela disse-nos que era o "comunismo".

 

A perseguição seria apenas na Europa?

Ao ser questionada sobre isso, Loli respondeu que o modo com que ela viu, pensou que seria mais do que isso.  A tia de Conchita, Antonia, afirmou ter ouvido as videntes dizerem em êxtase que "se nós não mudarmos os nossos modos, a Rússia irá tomar posse do mundo inteiro". Se este for o caso, então a perseguição será em toda parte, além dos confins da Europa.

 

OUTRAS FONTES

Este grande sofrimento tem sido mencionado nos escritos de santos, papas e beatos como foi resumido por Padre Joseph Brennan, O.C.S. , no seu artigo "Profecia do Nosso Tempo", que apareceu em maio de 1983, numa revista : "A cristandade irá passar por um severo teste. Haverá muitas purificações. Tal confusão irá reinar até parecer que a cristandade tenha quase desaparecido".

 

COMO IRÁ TERMINAR

 

Sem nenhuma força capaz de deter esta perseguição, Deus irá intervir. Jacinta disse a Ramon Perez e a Jacques Serre, em 1979: "Estes eventos difíceis ocorrerão antes do Aviso, porque o Aviso apenas irá ocorrer quando a situação estiver no seu pior momento".

Isto é confirmado pelo artigo do Padre Brennan: "Mas então, como se para cumprir o que Jesus disse, "a não ser que aqueles dias fossem abreviados, ninguém sobreviveria", haverá uma intervenção divina directa, fascinante e terrível, que irá reverter completamente o curso dos eventos mundiais"

Houve uma outra pergunta que foi realizada a Mari Loli:

Pergunta: Se não podes dizer o ano exacto do Aviso, talvez pudesses dizer aproximadamente quando irá acontecer.

Mari Loli: Sim, será no tempo em que o mundo mais precisar dele.

Pergunta: O que é isso?"

Mari Loli: Quando a Rússia de repente se superar e fizer parte do mundo livre. Deus não deseja que isso aconteça tão rapidamente. De qualquer forma, o Aviso virá, quando virdes que a Santa Missa não poder ser celebrada livremente em qualquer lugar; será quando o mundo mais precisará da intervenção de Deus.

Esta profecia é um carisma do papado, como se lê em Pio IX: "Virá um grande sinal que irá encher o mundo de assombro. Mas ele ocorrerá somente depois do triunfo de uma revolução durante a qual a Igreja terá de passar por provas que estão além da descrição".

Nós não sabemos quando isso irá acontecer, mas o livro de Albrecht Weber contém este depoimento atribuído à Conchita: "O papa irá à Rússia, a Moscovo. Assim que ele retornar ao Vaticano, as hostilidades irão explodir em diferentes partes da Europa".

(A fonte desta informação também foi questionada.  O sr. Weber respondeu: "Conchita disse-me isso numa longa conversa em sua casa, a 14 de novembro de 1965).

Um domínio comunista mundial conduzido pela Rússia parecerá  ocorrer no meio desta agressão assustadora que culminará com a perseguição da Igreja. Os sacerdotes terão de se esconder, as igrejas serão lacradas e tornar-se-á muito difícil para os fiéis praticarem a sua religião. Parecerá que a Igreja terá desaparecido. A duração desta perseguição não é conhecida, mas irá exigir um ato de Deus, o Aviso, para detê-la.

Para fechar com uma nota positiva, novamente citamos o Padre Brennan, no seu artigo de 1983: "Como resultado de tudo isso, haverá um retorno a Deus, que  abrandará a apostasia e, com isso, como Nossa Senhora disse em Fátima, "uma era de paz virá para a humanidade". Esta será uma paz tal como o mundo nunca conheceu.

 

Se pretenderem descarregar o ficheiro sobre este artigo, por favor cliquem aqui.

 

 

A profecia de Garabandal sobre o comunismo- Reeditado do  JOURNAL November-December 2003 por Barry Hanratty

Traduzido por Marisa Bueloni