Entrevistas sobre o Aviso

06-11-2014 15:22

Conchita González

14 de Setembro de 1965

 

Pergunta: Será o Aviso algo visível, ou algo que sentiremos interiormente?

Resposta: O Aviso será algo que virá directamente de Deus, e será visto por todo o mundo onde quer que estejamos.

 

Pergunta: O Aviso revelará os pecados de cada um de nós, seja qual seja a sua religião, e isso inclui também os ateus?

Resposta: Sim, o Aviso será como uma revelação dos nossos pecados e será visto e experimentado tanto pelos crentes como pelos não crentes e por pessoas de todas as religiões.

 

Pergunta: É verdade que o Aviso fará com que muitas pessoas recordem os mortos?

Resposta: O Aviso será como uma purificação para se prepararem para o Milagre. É também uma espécie de catástrofe. Fará com que pensemos nos mortos, isto quer dizer, será preferível estar morto do que experimentar o Aviso.

 

Pergunta: O mundo reconhecerá o Aviso como sendo um sinal que vem directamente de Deus?

Resposta: Sim, sem dúvida. Aliás essa é a razão pela qual acho impossível que o mundo não mude depois disso.

 

Outubro de 1968

 

Pergunta: Algumas pessoas dizem que o Aviso será um fenómeno natural de que Deus se vai servir, para chegar a toda a humanidade. Isso é correcto?

Resposta: A Aviso será algo sobrenatural que a ciência não poderá explicar. Poderá ver e sentir-se.

 

Pergunta: Conchita, poderás explicar-nos a afirmação que durante o Aviso ficaremos a conhecermos melhor sobre nós mesmos e sobre os pecados que tenhamos cometido?

Resposta: O Aviso será uma correcção da consciência do Mundo.

 

Pergunta: O que podes dizer-nos sobre todas aquelas pessoas que não conhecem Cristo; como compreenderão elas o Aviso?

Resposta: Os que não conhecem Cristo (os que não são cristãos), crerão que será um aviso de Deus.

 

Ano de 1973

 

Pergunta: O que acontecerá no dia do Aviso?

Resposta: O mais importante nesse dia é que todas as pessoas do mundo verão um sinal, uma graça ou um castigo no interior de si mesmas, por outras palavras, um Aviso. Nesse momento, ficarão como se estivessem sozinhas no mundo, independentemente onde estiverem, apenas sozinhos com a sua consciência e diante de Deus. Verão então todos os seus pecados e o que os seus pecados terão provocado.

 

Pergunta: Todos nós sentiremos o Aviso ao mesmo tempo?

Resposta: Sim, todos ao mesmo tempo.

Pergunta: O Aviso durará quanto tempo? Meia hora, uma hora?

Resposta: Sinceramente não sei, penso no entanto que cinco minutos seriam suficientes.

 

Pergunta: Como o sentiremos?

Resposta: Todos nós sentiremos o Aviso de forma diferente e particular, isto porque depende da consciência de cada um. O Aviso será muito pessoal, e todos vão reagir de forma diferente. O mais importante será reconhecer todos os nossos pecados e tomar consciência das suas consequências. Terás uma visão do Aviso diferente da minha, isto porque os meus pecados são diferentes dos teus.

 

Pergunta: Sucederá algo a mim por causa dos meus pecados? Quero eu dizer, sofrerei danos físicos por causa dos meus pecados?

Resposta: Não, a não ser que tenhas algo devido ao choque que o Aviso venha a produzir em ti, por exemplo um ataque cardíaco.

 

Pergunta: Quer dizer que não causará danos físicos, apenas vamos comparecer diante de Deus com os nossos pecados. E as nossas boas acções também serão vistas?

Resposta: Não, o Aviso só será utilizado para ver os nossos pecados. Será como uma purificação para nos prepararmos para o Milagre, para ver se através do Aviso e do Milagre toda a humanidade possa mudar (o mundo inteiro).

 

Pergunta: Então o Aviso poderá produzir-se a qualquer momento?

Resposta: Sim, mas não sei em que data isso poderá acontecer.

 

Fevereiro de 1977

 

Pergunta: Quando foi a primeira vez que soubestes sobre o Aviso, e quem te comunicou esses factos?

Resposta: A única coisa que me lembro é de que foi Nossa Senhora quem me falou sobre o Aviso.

 

Pergunta: Queres repetir tudo o que sabes sobre o Aviso?

Resposta: O que agora me recordo é que Nossa Senhora me disse que antes do Milagre, Deus nos enviará um Aviso para nos purificarmos e nos preparar para o Milagre, para que assim possamos receber a Graça suficiente para mudarmos as nossas vidas e orientá-las para Deus. Nossa Senhora disse-me em que consistia o Aviso, mas não a sua data. Não me foi permitido dizer realmente em que consiste, mas posso dizer-vos apenas alguns pormenores. É um fenómeno que será visto e sentido em todas as partes do mundo; ponho sempre como exemplo duas estrelas que chocam entre si. Este fenómeno não causará nenhum fenómeno físico, mas espantar-nos-á., porque nesse mesmo instante nós veremos o pecado que vai na nossa alma e as consequências que tiveram esses mesmos pecados. Será como se estivéssemos em agonia, mas não morreremos desses efeitos, no entanto é possível que morramos de medo ou pela impressão de nos vermos a nós mesmos. Que Nossa Senhora me perdoe se não estou a explicar correctamente, mas estou a tentar explicar da melhor maneira possível.

 

Pergunta: Se o Aviso vai durar apenas alguns minutos, o mundo recordará isso como algo que veio de Deus, ou pensará que foi um sonho ou ilusão?

Resposta: Nunca disse que o Aviso ia durar pouco tempo, o que disse foi que será um momento, será muito impressionante e terrível. Ninguém terá a menor dúvida que virá de Deus e que não se trata de algo humano. Eu sei em que consiste, e temo muito esse dia.

 

Pergunta: Há uns anos atrás, tu disseste que o acontecimento que acompanhará o Aviso começa com a letra “ A “. Certamente que Nossa Senhora não te recusou que divulgasses. Podes dizer mais sobre isto?

Resposta: Nunca me proibiu, mas não sei porque nunca o disse e parece-me também que não devo dizê-lo agora.

 

Pergunta: Numa dada altura, tu dissestes ao Padre Marcelino Andreu: ”Quando vier o Aviso, saberemos que entramos no fim dos tempos”. Podes explicar-nos o que quisestes dizer?

Resposta: A Virgem disse-nos que o Aviso e o Milagre serão das últimas advertências públicas que serão realizadas por Deus. Por isso creio que nessa altura estaremos no fim dos tempos.

 

Pergunta: Tens algum conselho a dar às pessoas sobre este acontecimento?

Resposta: Devemos estar sempre preparados, de modo que tenhamos paz nas nossas almas e que não nos apeguemos demasiado às coisas deste mundo. Em vez disso, devemos pensar que estamos aqui na Terra para podermos ir para o céu e sermos Santos.

 

Agosto, 1980

 

Pergunta: O Aviso far-nos-á danos físicos?

Resposta: Para mim é como duas estrelas….que chocam entre si e fazem um ruído enorme e “ despejam “ muita luz, mas não caem. Nós não vamos ferir-nos quando o virmos, mas vamos vê-lo. Nesse momento veremos as nossas consciências. Veremos todo o mal das nossas más acções.

 

Pergunta: Vamos ver o mal das nossas acções?

Resposta: Sim, e também veremos o bem que deixamos de fazer e que poderíamos ter feito.

 

MARI-LOLI

27 de Julho de 1975

 

Pergunta: Tu chegaste a dizer que sabes sobre a data do Aviso. Podes dizer-me se isso está previsto para os próximos anos ou para um futuro distante?

Resposta: Não, não posso dizer nada.

 

Pergunta: Nossa Senhora proibiu-te falar sobre o Aviso?

Resposta: Não, no entanto como sei que o Aviso e o Milagre vão acontecer no mesmo ano, penso que o melhor é não dizer.

 

Pergunta: Como sabes que o Aviso e o Milagre vão acontecer no mesmo ano*?

Resposta: Durante uma aparição, não sei bem quando, Nossa Senhora informou-me a esse respeito.

 

Pergunta: Disse-me numa outra ocasião que quando acontecer o Aviso, tudo ficará parado, até os aviões que voam pelos ares. Isso é certo?

Resposta: Sim, mas isso acontecerá apenas durante alguns minutos.

 

Pergunta: Queres dizer que parará tudo nesse momento, e que nesse momento se dará o Aviso?

Resposta: Sim.

 

Pergunta: Quando é que te foi revelada essa informação?

Resposta: Nossa Senhora disse-me durante uma aparição.

 

Pergunta: Recebestes toda esta informação numa só aparição ou ao longo de várias?

Resposta: Disse-me numa só aparição, no entanto não me recordo se Nossa Senhora falou do Aviso noutras aparições.

 

Pergunta: Sabes quanto tempo durará o Aviso?

Resposta: Uns poucos minutos.

 

Pergunta: Tens medo do Aviso?

Resposta: Sim, como todo o mundo, eu também tenho defeitos e faltas, e o Aviso os mostrará. Isso aterroriza-me.

 

Pergunta: Que mais podes dizer-nos sobre o Aviso?

Resposta: Tudo o que posso dizer é que está cada vez mais perto o Aviso e que é muito importante que nos preparemos, porque será algo terrível. Ficaremos conscientes de todo o mal que fizemos.

*Mari-Loli esclareceu que “ no mesmo ano “ significa num espaço de 12 meses.

 

Fevereiro de 1977

 

Pergunta: Alguma vez falaste com a Conchita sobre a data do Aviso, uma vez que sabes o ano, e do Milagre que ela própria conhece?

Resposta: Nunca falei com a Conchita sobre essas coisas.

 

Pergunta: Tens algum conselho que queiras dar às pessoas para se prepararem para este acontecimento?

Resposta: Que façam muita penitência, muitos sacrifícios, que visitem o Santíssimo Sacramento sempre que possam e que rezem o Rosário diariamente.

 

29 de Setembro de 1978

 

Pergunta: Já que és das pessoas que mais sabe sobre o Aviso, podes dizer-nos se esse acontecimento vai acontecer antes do Milagre que foi prometido acontecer por intercessão de Conchita?

Resposta: Todos o experimentarão onde quer que estejam e qualquer que seja a sua condição ou conhecimento sobre Deus…Será uma experiência pessoal e interior. Parecerá como que o mundo estivesse parado, no entanto ninguém vai aperceber-se desse facto porque estarão todos concentrados na sua própria experiência pessoal.

 

Pergunta: Referindo-me agora à natureza do Aviso, como o vamos sentir?

Resposta: Vai ser como um sentimento interno de pena e dor por termos ofendido a Deus. Deus ajudará a ver-nos o mal que causamos com esses ao próprio Deus. Ajudar-nos-á a sentir essa dor interior, porque muitas vezes quando fazemos algo mal, limitamo-nos a pedir perdão a Deus só da boca para fora, mas graças ao Aviso, ajuda-nos-á a sentir essa profunda dor.

 

JACINTA

 

17 de Agosto de 1975

 

Pergunta: Alguma vez Nossa Senhora falou-te sobre o Aviso?

Resposta: Sim, falou dele, mas nunca me disse em que ano isso iria acontecer.

 

Fevereiro de 1977

 

Pergunta: Podes contar-nos como será o Aviso?

Resposta: Ver-se-á em primeiro no ar, em todo o mundo, e de seguida todos nós o sentiremos no interior das nossas almas. Durará muito pouco tempo, mas parecerá muito tempo por causa do efeito que isso causará no nosso interior. Será para o bem das nossas almas, para que possamos ver o interior de nós mesmos, e na nossa consciência possamos ver o bem e o mal que fizemos. Sentiremos nesse momento um grande amor pela nossa Mãe e Pai celestial e pediremos perdão pelas nossas faltas.

 

Pergunta: O aviso será experimentado por toda a gente, independentemente das suas crenças religiosas?

Resposta: O Aviso será para todo o mundo, porque Deus deseja a Nossa Salvação. A finalidade do Aviso será para que possamos ficar mais perto Dele e aumentemos a nossa Fé. Por isso, devemos estar preparados para esse dia, mas não esperar com temor, porque Deus não envia as coisas para causar terror, mas sim justiça e amor para o bem de todos os Seus filhos, para que eles não se condenem eternamente.

 

Agosto de 1979

 

Pergunta: Recordaste sobre a grande tribulação que irá acontecer?

Resposta: Sim, será como uma espécie de invasão, algo que me parece como uma invasão; algo muito mau na qual o comunismo tinha um papel importante, no entanto não me recordo sobre quais os países ou regiões onde isso vai acontecer. Estes acontecimentos terão lugar antes do Aviso. O Aviso acontecerá quando as coisas tiverem no seu pior.

 

16 de Abril de 1983

 

Pergunta: Em 1979, numa entrevista, referistes uma espécie de tribulação comunista e nessa altura dissestes que parecia uma invasão?

Resposta: Às vezes confundo invasão com perseguição.

 

Pergunta: Também dissestes que o Aviso iria acontecer quando as coisas estivessem no seu pior. Como sabes sobre isso? Nossa Senhora disse-te ou ouvistes isso numa visão?

Resposta: Nossa Senhora disse-me que o Aviso viria quando as coisas estivessem no seu pior. Penso que não se tratará propriamente dito de uma perseguição, porque nessa altura pouca gente praticará a religião.

 

Pergunta: Quando chegar o Aviso, ele será visto por todas as pessoas do nosso planeta, incluindo as nossas criancinhas, que todavia não têm uso da razão?

Resposta: Sim, e por isso sentimos pena deles, porque será uma experiência difícil.

 

Pergunta: Podes dizer-nos como estará a situação no mundo, quando isto acontecer?

Resposta: Estará muito mal.